13 dicas simples para melhorar o seu Web Design

A forma como o seu website está definido, as cores, imagens e tipos de letra que utiliza ou não, pode significar a diferença entre obter o sucesso ou o fracasso do seu negócio. Se o seu objetivo for fazer com que os visitantes do seu website o abandone minutos depois de o visitar, dificulte o processo de obtenção de informação procurada pelos os mesmos.

Se o seu objetivo for manter os seus visitantes o máximo de tempo possível e fazê-los comprar, então siga estas 13 dicas simples para melhorar o seu web design.

1. Tenha um logotipo profissional — “O seu logotipo é a parte mais importante da sua marca, por isso certifique-se que está bem localizado no seu website”, diz Tiffany Monhollon, gestora de conteúdos da empresa online de marketing ReachLocal. “Usar sempre imagens de alta resolução e coloque no canto superior esquerdo das paginas todas”, aconselha Tiffany. “Além disso, é uma boa regra de ouro ligar o logotipo de volta para sua home page para que os visitantes podem facilmente navegar para ele.”

2. Use uma navegação intuitiva. “As opções de navegação primárias estão tipicamente localizadas na barra horizontal [menu] na parte superior do website,” diz Brian Gatti, parceiro da Inspire Business Concepts, uma empresa de marketing digital. Disponibilizar as “opções secundárias de navegação por baixo da barra de navegação primária ou na margem do lado esquerdo do website, mais conhecido por barra lateral.”

Porquê que a navegação intuitiva é tão importante? “Uma navegação confusa irá resultar na desistência do visitante ao  tentar perceber como funciona,” diz Gatti. Dito isto, invés de colocar links nas páginas com informações menos importantes na página Home ou  nas landing pages– que por sua vez irão prejudicar a sua chamada de ação ou a informação primária, coloque os links ou informações menos importantes na zona do rodapé da página, mais conhecido por footer.”

3. Livre-se do ruído. “Atualmente é muito fácil sobrecarregar visualmente um website com imagens ao ponto que o nosso cérebro pára de processar informação quando confrontado com demasiadas opções,” explica Paolo Vidali, responsável pelas estratégias de marketing digital da agência DragonSearch.

Para manter os visitantes no seu website, “certifique se que nas páginas não existe demasiadas chamadas de ação e ruído visual (como exemplo a utilização excessiva de gráfico, fotos, GIFs animados) pois estes retiram a atenção do visitante da informação mais importante da página,” diz Vidali.

Outra dica será “manter os parágrafos curtos, diz Ian Lurie, CEO da Portent, Inc uma empresa de web Marketing. Por norma nos websites, os parágrafos devem ter entre 5 a 6 linhas.”

4. Dê espaço para os seus visitantes respirarem. “Tem que criar espaço entre os parágrafos e as imagens de modo a que o visitante possa “respirar” e que consiga absorver tudo o que tem para oferecer,” diz Hannah Spencer, designer gráfico da Coalition Tecnologies, uma agência de web design e web marketing.

“O facto de controlar o espaço em branco do layout do seu website, ajuda aos utilizadores a manterem focados no conteúdo, adiciona Paul Novoa, founder e CEO no Novoa Media. “Com tanta concorrência visual que existe na Web e no mobile, menos é mais. Controlar o espaço em branco irá melhorar a experiência do utilizador, o que irá aumentar o retorno do website.

5. Use as cores de uma forma estratégica. “Usar uma paleta maioritariamente de cores neutras poderá ajudar a transmitir que o seu website possui uma aparência elegante, simples e moderna,” diz Mark Hoben, responsável pelo web design da empresa Egencia.

“Aplicar pequenas porções de cor nos títulos ou nos gráficos principais – ajuda a conduzir os visitantes para o conteúdo mais importante,” explica.

É igualmente importante ter que em atenção que a paleta de cores utilizada complemente o logotipo e que seja consistente com as restantes ferramentas de marketing.

6. Invista em fotografia profissional, de alta qualidade. “Quem visita o seu website, consegue perceber em segundos se utiliza ou não imagens genéricas, o que pode deixar com ideia que é uma empresa sem relevância, “ avisa Zane Schwarzlose, diretor de relações comunitárias da Fahrenheit Marketing. “Se a sua empresa não é genérica, mostre isso ao investir em imagens profissionais.”

“Nós recomendamos vivamente que os nossos clientes investam em fotografias profissionais ou que comprem imagens de alta qualidade,” diz Gatti. Boas imagens atraem a atenção do utilizador o que pode vir a criar uma ligação emocional com o conteúdo escrito.” Por outro lado, imagens de baixa qualidade ou então imagens que não tenham nada a ver com a mensagem transmitida são piores do a inexistência de imagens.

Dica extra sobre fotografia: “Se o seu objetivo for atrair a atenção para uma porção especifica de conteúdo, deve então incluir uma imagem de alguém a olhar para conteúdo,” sugere Elie Khoury, cofounder e CEO da Woopra, que por sua vez oferece analíticas em tempo real de clientes e visitantes.” Nós automaticamente somos atraídos por outros seres humanos e quando vemos alguém a fazer algo, temos tendência a fazer o mesmo.”

7. Escolha fontes que sejam simples e fáceis de ler. “Na altura de escolher o tipo de letra, tenha em conta que as pessoas não vão apenas consultar o seu website num computador, mas também em dispositivos móveis. “Algumas fontes de grande escala podem ser lidas com perfeição num monitor de um computador, mas o mesmo pode não acontecer na versão mobile, o que acaba por perder o efeito desejado,” explica Novoa. Portanto ele aconselha usar uma fonte universal.

“Escolha um tipo de letra que seja de fácil leitura e que o tamanho seja no minino 11pt,” diz Ethan Giffin, CEO da Groove Commerce. “Se está a utilizar as fontes da Web, tente utilizar no máximo dois tipos de letra da minha família para assegurar que o período de carregamento da página seja o mais rápido possível.”

“Se estiver a utilizar uma fonte com largura fixa, use um tamanho que permita escrever 15 a 20 palavras por linha,” refere Lurie.” “Se optar por usar um design mais fluido, use um tipo de letra que permita escrever 15 a 20 palavras por linha com uma largura entre 900 a 1000 pixels.

8. Olhe para todas as suas páginas como fossem landing pages. “A maioria dos websites têm um design que assume automaticamente que os utilizadores acedem website pela a página Home e que assim navegam pelo o mesmo, “diz Michael Freeman, gestor de analítica e investigação da ShoreTel, Inc. “A realidade é que a maioria dos visitantes de websites começam numa página que não é a pagina Home,” diz Freeman.

Porem é necessário que cada pagina tenha um design onde a informação mais importante esteja destacada, onde quer que o utilizador esteja.

9. Chamadas de ação. Quando pedimos aos web designers da CIO.com, as suas dicas para obter um design profissional, responderam de imediato: “Coloque a sua chamada de ação na parte superior do website, juntamente com o seu numero de telemóvel e email (no caso de querer ser contato por chamada ou email). Em relação às imagens da pagina Home, “Eu recomendo evitar sliders de largura total e usar sliders ou conjunto de imagens que cobrem dois terços da largura permitindo que as informações mais importantes sejam a primeira coisa que o utilizador veja, sem preciso fazer scroll da página.

10. Crie um website com design responsivo – que adapte automaticamente à forma que está a ser visualizado.“Invés de criar um website para cada dispositivo, um website responsivo é desenvolvido para adaptar ao tamanho do browser,” tornando a experiência do utilizador o mais agradável possível, diz Jayme Preyzloff, diretor de marketing online no Wixon Jewelers. E quanto melhor for a experiencia do utilizador, mais tempo este irá passar a navegar no seu website o que leva a taxas de conversão mais elevados.

11. Esqueça o Flash “Graças a disputa continua entre a Adobe e a Apple, os dias do Flash como um standard da internet estão aos poucos a chegar ao fim, então porque ficar para trás quando existem outras opções no mercado que são mais user-friendly?” pergunta Darrell Benatar, CEO da UserTesting.com. Como alternativa, use HTLM5, diz Benatar.

“HTLM5 está a obter cada vez mais apoio na Web, com um motor de pesquisa de texto amigável e possui a capacidade de funcionar nos diferentes sistemas de operacionais mobile sem ser necessário a instalação de plug-ins. O mesmo não se pode dizer do Flash.”

 12. Não se esqueça dos botões. “O botão de ‘Submeter’ ou ‘Enviar’ poderá ser a parte menos bonita do website,” diz Watters. Por isso ele apela aos designers para criarem botões de submissão de formulário o mais apelativos possível, para fazer com os visitantes sintam a necessidade de clicar” “E quando um visitante puser o rato por cima do botão, este deve mudar de cor, gradiência, opacidade ou fonte,” refere Watter.

13. Teste o seu design. “Caso esteja a experimentar diferentes localizações para colocar a sua  chamada de ação ou então testar diferentes cores, a otimização de websites pode causar lhe um grande impacto,” refere Lindsey Marshall, diretora de produção da Red Clay Interactive, uma agência de marketing interativa.” O gestor de experiência do utilizador no Bing uma vez referiu que a Microsoft gerou uma receita anual adicional de $80 milhões apenas por testar e implementar um tom especifico de azul!”

“Cada decisão de design é apenas uma hipótese,” adiciona Mike Johnson, diretor do User Experience no The Nerdery, uma empresa de produção interativa. “Testes de utilizador, testes A/B podem ajudá-lo a melhorar continuamente os seus designs, ao fornecer feedback de pessoas reais.”

Procura uma equipa especializada em Web Design? Contacte a Mixlife.